domingo, 12 de outubro de 2008

curso tecnológico ou engenharia?

Mais um feriado num domigo. =/
Feriado no domingo não é feriado.

Recebi essa dica de post através de um comentário.
O que é melhor, fazer um curso tecnológico ou a graduação plena?
Se você gosta da prática e não abre mão do diploma de nível superior... curso tecnológico é pra você. Se você gosta da parte teórica, graduação plena. Se gosta dos dois, eu indico fazer um curso técnico na área desejada e a graduação plena.

O curso tecnológico tem menor duração (de 2 a 3,5 anos) e desde o início você já mete a mão na massa. Vê o mínimo de teoria e começa a fazer alguma coisa de verdade. Não é como na engenharia, que você vê teoria, teoria, teoria, teoria e, lá no final do curso, um pouco de prática. E tem outra vantagem: a cada período cursado (ou grupo de disciplinas) você recebe um certificado, em que consta que você está habilitado a trabalhar na área.
Desvantagem? Não tenho certeza, mas acredito que a remuneração é menor que a de um engenheiro. E recentemente foi aberto um concurso, no qual pessoas formadas na graduação tecnológica não podem concorrer às vagas de nível superior (isso foi deixado bem claro no jornal).

A engenharia tem duração mínima de 5 anos (acho que já vi de 4,5 anos) e, a depender do curso, você vê mais teoria que tudo. Se não conseguir um bom estágio ou se dedicar a pesquisa e desenvolvimento deprojetos dentro da faculdade, experiências práticas é o que você menos terá. A remuneração é mais alta que a de um tecnólogo e, acredito, o reconhecimento também.

Pra quem gosta de teoria e prática, curso técnico e depois (ou simultâneamente) engenharia.
No curso técnico você vai aprender muita coisa da prática e na engenharia a teoria envolvida. E também, com o curso técnico concluído fica muito mais fácil conseguir um emprego na área, o que torna possível você, além de ter boa noção do que fará quando se formar, conciliar conhecimentos vistos em sala de aula com problemas do trabalho, trazendo novas soluções.

Quem quiser complementar alguma coisa, sinta-se à vontade para enviar um e-mail.


Abraços

24 comentários:

Anônimo disse...

Ufa! Pensava que só eu pensasse assim...obrigada, adorei o post!

Anônimo disse...

tbm gostei do post... mas me responde uma coisa...
vale a pena vc perder no caso 2anos
para vc fazer um ensino medio tecnico de quase 5anos para Depois fazer engenharia???
ou é melhor terminar o ensino medio de 3 anos mesmos e já engressar na engenharia??
obrigada pela sua opinião desde já
abraços eng°.....

Richard disse...

Outra diferença é que um técnico vai saber fazer aquilo que aprendeu e pronto. Não vai ter uma capacidade de adaptação a novos problemas muito grande.

O engenheiro é um profissional que pode se moldar melhor a varias funções e problemas novos.

DTAM disse...

O Tecnólogo ganha 7,5 salários mínimos...e o engenheiro 9 salários mínimos. Se, o tecgº ou o Engº trabalhar com situações de riscos, adicione 30% no salário base...TRADUZINDO: o Tecgº ganhará 7,8 salários múínimos e o Engº ganhará 9,3 salários mínimos.

Valew

Anônimo disse...

adorei tava precisando saber disso.
Agora tem uma coisinha que acho que não entendir, se eu fizer um curso tecnico eu posso fazer uma pós graduação?
desculpe a minha ignorância.
se puder mandar a resposta para o meu e-mail bem explicadinho eu agradeço
esse é o meu e-mail:lily_ane16@hotmail.com
agradeço desde já!

heloisa disse...

calma lá! Técnico eh uma coisa e tecnologia eh outra. A tecnologia eh sim ensino superior, acontece que os tecnologos ainda nao sao tao reconhecidos como por ex nos estados unidos. O problema: em alguns concursos abre-se vagas para tecnico e para engenheiro. Como o tecnologo nao tem formaçao de engenharia, soh pode fazer o concurso para o cargo do tecnico. Isso de que o tecnologo ja entra na facul botando a mao na massa eh relativo. To terminando uma tecnologia e acreditem, nao tivemos taaaanta pratica assim, na verdade, bem pouca. Se quiserem pratica, eh o tecnico. Se quiserem teoria, eh a engenharia. E a tecnologia fica no meio termo. Nao to defendendo as tecnologias (mas confesso q eu gosto, mesmo fazendo engenharia tb oq eu tb gosto e mto), mas no nosso curso todos os alunos que se formam ja saem empregados, logo pq ja entram empregados.. entao, na minha opiniao: aprovado!

Anônimo disse...

Mee dê uma luz!!
Faço tecnologo a 1 ano,
agora no IF vai abrir o curso de
eng.!! E a minha duvida eh se eu presto ou naum??! Meu medo eh passa e naum dar konta do kurso, pois preciso trabalhar e o curso vai ser a maior parte integral. Ou tmb achar mto foda e ter q desistir, Sendo q o tecnologo daki 2 anos eu saio kom o diploma pois naum sei se eu aguento mais 4 ou 5 anos de eng.; Mas tmb tenho medo de depois de tanto esforço no kurso tecnologo e naum ser reconheido por prekonceitos em koncursos e ter um kurso konfudido por tecnico, (pq eh um tecnologo kom mta teoria com varias materias aplicadas na area da eng. komo calculo1 e 2, geo. analitica e koisas do tipo. Mesmo assim penso eu que bem mais facil q eng., na minha opinião) e se depois de tanto esforço o prekonceito permanecer?!
pode responder no meu email;larissa_muroni@hotmail.com
A dificuldade seria maior na eng.?!

Anônimo disse...

Sinceramente, curso de tecnologia é pra formar técnico!!! É muito pior na verdade, pois o CREA diz que tecnólogo não é bem visto, e possui MUITO menos atribuições que um técnico, ou seja, é uma BOSTA, é um engana troxa, odeio os malditos que apoiam os cursos tecnólogos, são mentirosos, e pasmem, não trabalham de tecnólogos, pois os empregadores não sabem o que é registrar TECNÓLOGO na carteira.
ABRAM OS OLHOS!!!

Anônimo disse...

CURSO DE TECNOLOGIA É UM LIXO!
FOREVER!
QUEM FAZ TOMA NO CÚ!!!!!!!!
ou façam engenharia ou técnico!!!!!!!!!1

Anônimo disse...

Acho ridiculo esses engenheiros que enchergam apenas o imediatismo do diploma, pobres coitados... ná Italia todas as engenharias são de apenas 3 anos, depois vc pode optar por estudar mais dois anos DE ESTUDO ACADEMICO/CIENTIFICO e seguir para o doutorado, enquanto aqueles que nao fazem esses doias anos tem acesso apenas ao MBA, ou seja, a maioria dos engenheiros do brasil se acham melhores pois não percebem que akie não eh tao diferente, pelo menos dois anos da faculdade de engenharia com ctz eh de carga horaria academica/cientifica e isso sim eu discordo, pra mim tecnologo eh pro mercado apenas! E outra, "a engenharia eh mais ampla"... ok, e eh por ela ser mais ampla que existe a especialização, coisa q o tecnologo nao precisa, e NINGUEM TRABALHA COM TUDO, apenas se for de forma administrativa, mas engenheiro não eh apenas administrativo... e pra quem for falar mal do ensino Italiano.... ... Ferrari, Ducati, e por aí vai... bY: Carlos, Estudante de engenharia da computação e Tecnologo em redes de comunicação(Motivo para estar fazendo engenharia: Trabalhador Brasileiro)

Anônimo disse...

OLÁ, FAÇO ENGENHARIA MECANICA E ESTOU NO 5° PERIODO, SERÁ QUE VALE A PENA NESSA ALTURA DO CAMPEONATO MUDAR PARA O TECNOLOGO? AINDA NÃO CONSEGUI EMPREGO E TENHO MUITA DIFICULDADE DE APRENDER SO COM A TERORIA E DE ME INSERIR NO MERCADO DE TRABALHO.

Anônimo disse...

Não se apoie nas respostas de alunos novatos que escolheram engenharia pela vaidade. Muitos acabam o curso e não têm perspectivas concretas. Cursos tecnológicos têm forte apelo pela prática, porém mantêm matérias introdutórias de grande importância matemática. O que ocorre é que muitas faculdades de tecnologia não têm estrutura laboratorial e pedagógica para oferecer um curso tecnológico de qualidade, e com isso temos uma massa de profissionais desqualificados que não fazem frente aos bons engenheiros. A dica é escolher uma excelente faculdade de tecnologia, com forte ensino e renome no mercado. Quanto ao CREA, os tecnólogos possuem as melhores atribuições do elenco de tarefas da área da engenharia. Isto por si só já é o suficiente para um tecnólogo trabalhar com respaldo jurídico dentro de sua especialidade. Consulte a FATECSP e tire suas dúvidas. Boa sorte.

Anônimo disse...

estou cursando o nível técnico mais ainda estou indeciso se opto pelo tecnólogo ou engenharia.alguem pode me ajudar?

Leandro Costa disse...

Achei medíocres alguns comentários de engenheiros acima, visto que alguns saem do ensino médio direto para a engenharia, respaldados pelos pais que pagam todos os custos, claro que não são todos, mas a maioria saem engenheiros de MERDA; Eu como técnico com 10 anos de experiência em instrumentação (desde montagem até assistencia), já topei com engenheiros deste nível que não conheciam princípios básicos daquilo em que se dizem os FODAS, como um camarada que empinava o nariz para dizer que fez engenharia elétrica e não sabia como funcionava um contator, ridículo, não acham? Claro que há muitos aos quais devemos tirar o chapéu e temos bastante para aprender, mas acho que hoje muitos entram para a engenharia por uma questão de cobrança da sociedade, a mesma cobrança que olha para os tecnólogos com maus olhos.
No meu caso, estou para começar um curso de tecnologia em automação industrial, preciso conhecer melhor a parte de CLPs, supervisórios e redes, já que adoro a parte prática da coisa. minha dúvida é, se eu resolver cursar engenharia posteriormente, eu posso eliminar matérias concluídas no tecnólogo, ou isso não é regra? Compensa fazer isso, já que por questões particulares eu não quero fazer engenharia agora?

Anônimo disse...

Leandro Costa

Sim é possível você eliminar as matérias de engenharia com um curso de tecnologia!

Sou técnico em eletrônica e assim como você comentou tem muito técnico que não sabe ver nem a polaridade de um Led kkkkkk e para estes "Engenheiros" que fizeram os comentários acima quero lhes dizer que fiquem esperto porque pelo que tenho acompanhado esta para aprovar uma lei que para tirar o CREA vai ter que fazer uma prova de aptidão !!! sim como se fosse uma OAB da vida...

Outra coisa muito importante!!! para vocês que pensa em fazer tecnologia faça, pois depois de formado você pode fazer uma Pós e ter uma remuneração igual ou melhor que um engenheiro, eu pretendo fazer tecnologia e logo em seguida uma pós ao meu ver com vou economizar 2 anos da minha vida e ter o mesmo benefícios ou até mesmo melhor que só ter engenharia...

Abraço a todos

Fillipe disse...

Os cursos de Tecnologia em Engenharia são para quem já tem uma boa base em matemática e raciocínio lógico. Se você tem dificuldades, e fizer um curso de Tecnologia você terá muita dificuldade em acompanhar o curso e em se colocar no mercado. Agora se você tem dificuldade e fizer o curso de Engenharia, provavelmente você terá mais tempo para se preparar nas questões teóricas, mas isso não significa que você não passará muito perrengue. Quanto às diferenças entre os profissionais: na teoria o Engenheiro é formado para, principalmente, desenvolver tecnologias e o Tecnólogo é formado para aplicar e desenvolver processos com base nas Tecnologias desenvolvidas pelo Engenheiro. Na prática, porém, existe um grande conflito entre as atividades e isso porque o Brasil é um zero à esquerda em desenvolvimento tecnológico. Logo os Engenheiros e Tecnólogos acabam entrando em conflito pelas vagas de trabalho que envolvem desenvolvimento e operação de processos. Não que os Engenheiros não devem trabalhar com processos, mas é tudo uma questão de afinidade, o Tecnólogo vê a prática muito mais aprofundada do que o Engenheiro. Quanto a questão salarial, existe a Lei 4.950-A/66 que define o salário base para as profissões tecnológicas. Mas no final das contas, o seu salário será função de seu desempenho na empresa. A hierarquia entre Engenheiros e Tecnólogos não é regra, ela pode ser uma via de duas mãos. Como eu disse é uma questão de afinidade. Até porque o Tecnólogo também pode se especializar, fazer mestrado e doutorado tornando-o muito mais apto a chefiar equipes, assim como o engenheiro. Eu sou formado Tecnologia em Saneamento Ambiental (IFES) e Mestre em Recursos Hídricos (UFES) e sou Coordenador de Saneamento e Meio Ambiente de uma empresa de Engenharia. Na minha equipe tem Tecnólogos, Engenheiros e Técnicos. Isso não quer dizer que os integrantes da minha equipe sejam meus subordinados. Este modelo de gestão é ultrapassado. E isso tem funcionado muito bem. Repito: não é uma questão de ser Engenheiro ou Tecnólogo, é o seu desempenho dentro da empresa que irá lhe tornar um coordenador, um gerente ou até diretor.

Anônimo disse...

Já psquisei muito o assunto já concluir que um tecnologo sabe muito aprende bem é que são treinados de maneiras bem objetivas sem frescuras .
Mas que existe uma grande discriminação ainda em relação a area
Vejo que tecnologo é visto como tapete de bacharel ou de um que fez licenciatura
Um tecnologo mecanico é tapete de engenheiro mecanico , um tecnologo em rede de computadores é tapete de um bacharel em ciencia da computação
é assim por diante .
Vi um artigo que me deixo indiquinado
Um tecnico de segurança do trabalho tem uma carga horaria de 1200 horas minima , já um tecnologo de segurança do trabalho tem uma carga horaria minima de 2400 horas isto é o dobro mas acontece que o tecnologo nesta area de segurança do trabalho é tapete do tecnico pois o tecnico tem registro no SESMT é o tecnologo não tem poristo sua contratação não é obrigatoria , não só a favor de tecnico de segurança do trabalho nem de tecnologo nesta na minha opnião são duas profissões que nem precisava ter só são contratado pois tem leis que obriga suas contratação , são na minha opnião profissões inuteis que só trabalha por força de leis
Fora os salario que tem diferenças grandes , ate em concursos publicos existem restrições
Um tecnologo tem que fica se justificando sempre é explicando o que faz o que é , já um bacharel e um licenciado não o tecnico tambem não teve explicação a ninguem
já o tecnologo tem que fica se rebaixando sempre para ver se sopra migalhas na hora da contratação profissionais.
Não só contra os tecnologos ate tenho vontade de fazer um curso , mas vejo que fica complicado estuda 3 anos rala muito para depois ser tapete
tapete por tapete melhor nem estudar , um tecnico é muito mais bem visto que um tecnologo isto em muitas areas.
Será que um dia isto muda?
Será que um dia um tecnologo vai ser visto pelo menos como um tecnico ( já que ate tecnico feito nas coxas é mais bem visto que um tecnologo bem formado )
O que está sendo feito para muda está realidade ?

Anônimo disse...

Pessoal. Fiz Tecnologia em Processamento de dados e tive vários engenheiros da computação , telecom , analistas de sistemas, cientistas da computação em meus times. O que importa realmente é a vontade de fazer e estudar muito....A faculdade é apenas a porta de entrada, mas ela não vai ensinar como ser o melhor , como ser bem remunerado, como ser promovido, pois estas coisas dependem de vocês! Você só vai ser tapete de algué, se permitir, se não lutar.....A remuneração em TI não depende do título e sim da competência....Uma dica para quem quer trabalhar em TI, na área de desenvolvimento... faça tecnologia e uma pós em uma boa instituição, ganhe sua independência financeira.... um bom profissional em desenvolvimento ganha acima de 10.000,00. Então, parem de bobeira e mão a obra! Não pensem, façam....

Unknown disse...

Se eu fizer o tecnológico, depois tenho que fazer a engenharia completa.???

Unknown disse...

Dependendo do curso de tecnólogo, vc aproveita muitas matérias em engenharia.
Sou formado em Tecnologia em Processamento de dados, curso agora Eng Civil.
Houve aproveitamento de 12 disciplinas do meu curso de tecnólogo em Eng civil. Iniciei eng praticamente no 3º semestre e pegando umas duas do 2º.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Infelizmente o Brasil não está preparado para receber essa grande quantidade de formandos na graduação tecnológica. Em toda esquina tem uma faculdade com diversos cursos tecnológicos, fora as Faculdades EAD (em geral, são cursos bem mais baratos q estão ao alcance de grande parte da população). Então é muito tecnólogo no mercado de trabalho a procura de emprego. Sou tecnólogo em Proc de dados, não trabalho na área pq não consegui emprego, então estudei para concurso e atualmente sou servidor público. Vi as dificuldades que meus amigos da faculdade tiveram para arrumar emprego, 80% da turma não conseguiu emprego na área, poucos q conseguiram foram contratados como técnico, dois amigos (com pós graduação) perderam algumas disputas por vagas de emprego pq não eram bacharel. Uma vez, um deles, foi a uma entrevista de emprego e foi dispensado logo no inicio pelo RH da empresa. O RH alegou q o cursos de Bacharel são mais amplos q atendiam melhor as exigências da empresa, por isso não aceitavam Tecnólogos.
Alguns concursos públicos não aceitam o nosso diploma, exigindo apenas bacharel e/ou licenciatura. Nem conselho regional/Federal temos!!!!! Existem várias empresas que contratam por exemplo, um programador, sem exigir um curso técnico ou superior. Não temos um órgão fiscalizador para controlar isso. É um pouco frustrante saber que seu diploma superior não é bem reconhecido no mercado.

Mecânico34 disse...

Boa noite...futuros engenheiros ou tecnólogos pra mim particularmente que já tenho experiência em carteira tanto faz ser engenheiro ou tecnólogo pois, o que as empresas exigem de um profissional é experiência e diploma de superior...principalmente pra ofertar aquela vaga de chefia que vc tanto almeja...eles não vão pegar um engenheiro recém formado e dar um cargo de chefe se a carteira dele é branca...por isso, se vc quer vencer ganhe experiência e depois faça uma graduação...