domingo, 14 de setembro de 2008

mulheres na engenharia

Mais um texto vindo de leitores do blog. Mais uma vez, uma leitora.
Só na internet mesmo pra juntar mais mulher que homem em alguma coisa relacionada a engenharia. Segue o texto da Engenheira! que, assim como eu, prefere não se identificar.



É grande a dificuldade de namoro quando uma mulher entra em um curso de engenharia a não ser que o seu namorado seja da sua turma. Tiro por mim mesma: namorava um cara faziam alguns anos, e faz uns meses que terminei com ele, e um dos motivos é que ele dizia que meus amigos agora eram só homens. Penso que ele queria que eu dissesse: "Talvez tenha me enganado, talvez meu lugar não seja aqui...". Enganado estava ele, porque gosto tanto do meu curso que larguei outro curso na área de humanas em outra faculdade pra me dedicar cada vez mais à engenharia.

Essa mania de calcular não sei de onde vem. Acaba fazendo parte da gente, a gente pensa assim. Tudo é contadinho, sabe, aquele chope, aquela balada que você vai pagar, até as relações a gente acaba somando e diminuindo. Eu não sei, mas na nossa própria vida a gente acaba pensando matematicamente; a gente resolve problemas, a gente gosta disso, nós achamos isso difícil, mas optamos por isso e isso acaba fazendo parte da gente mesmo, tudo é número, tudo é Engenharia. Tudo isso só vem fortalecendo a certeza que tenho de que meu curso é esse. É assim que uma mulher trabalhando no mundo da engenharia às vezes é levada a se sentir. Tendo sido quase que exclusivamente desenvolvida por homens, e infelizmente isso fez com que a integração da mulher se tornasse um tanto difícil. Apesar de nossa fascinação e amor pela tecnologia, nós, como engenheiros(as) e estudantes de engenharia não somos máquinas e sim seres humanos. Uma vez que tenhamos aceitado isso, podemos examinar certas questões tidas como importantes pelas mulheres estudantes de engenharia.

Sim, continuando. A vida das mulheres na engenharia também não é tão complicada assim quanto parece, ao menos na faculdade na qual eu curso, não. As meninas da sala, em número bastante reduzido se integram de forma perfeita com todos os meninos. Sempre tem aqueles meninos metidos a engraçadinhos pro nosso lado, mas isso a gente dá um jeito e releva.

Voltando à dificuldade de arranjar namorado, essa é tão grande fora da turma, que uma de nossas coleguinhas abriu o coração e atualmente namora com um cara lá da sala. Ah, acho isso super bacana, assim o preconceito, que ainda existe, torna-se menor. Acho que pelos dois vivenciarem quase o mesmo ritmo, com os mesmo professores, precisando de um 7 pra passar, vivendo cálculo, reprovação, traumas, noites estudando... acabam se atraindo. Aliás, numa sala com uns 30 estudantes, onde a maioria é de homens, eu tenho muitas possibilidades de namorar um engenheiro. O que é mais intrigante ainda é que se o menino faz engenharia, ele curte mais ainda as meninas que fazem engenharia, porque acham elas bastante “corajosas”. Ao menos, é isso que percebo. Aquela velha história que engenharia é uma coisa meio masculinizada, o engenheiro tem que ser aquele cara barbudo, alto, vai falar pra caramba, fala grosso. E as mulheres agora que estão descobrindo “não, Engenharia é legal, também posso fazer”. Mas é uma coisa engraçada, tão poucas mulheres na Engenharia, aí tu vai lá pra Nutrição, aquele monte de mulher, tem um homem escondido, “quem é você rapaz, tá fazendo o quê aí?”, aí dizem que o cara é gay! Como assim? Porque mulher engenheira tem dificuldade pra arranja namorado, e o cara nutricionista é gay? E ainda há aquele forte preconceito relacionado à imagem das futuras engenheiras como mal-amadas, solteironas convictas e anti-sociais. Que absurdo! Porque não nunca nos viram dentro das nossas universidades. Eu, ao menos, me acho atraente e super social. Eu lembro de um comercial da Barbie que quando, ao ganhar voz, saiu dizendo que: “aula de matemática é difícil”. Isto certamente influenciou algumas meninas que brincam de Barbie. Atualmente esta boneca representa um símbolo de hiperfeminilidade: “Barbie; tudo que você quer ser”. Outro absurdo! A gente até se veste como a Barbie, a gente se arruma como a Barbie, mas ser a Barbie?! Tá é doido. Nós queremos usar nossa cabeça pra pensar e não pra por uma coroa, queremos ser engenheiras. Vai ver que pode ser por isso que temos dificuldades de arranjarmos namorados, eles querem barbies... mas sem cérebro.

Sim, outra coisa que pode ser considerado legal quando uma mulher entra na engenharia são as intimidades que a gente pega com os meninos. No começo, no iniciozinho do 1º semestre eu lembro que quando eu e uma amiga minha lá da sala a gente queria emprestar um absorvente, a
gente fazia escondendo dos meninos. Agora? Agora, é melhor nem comentar, se duvidar eles usam também. E os tapinhas nas costas? A gente leva também. Do começo pra cá a gente absorveu tantas coisas dos meninos, que acho que nada se iguala a isso, mas o que é melhor a gente não perde nossa feminilidade, todos os futuros engenheiros nos tratam com um enorme carinho, nos escutam, e assim é bem mais fácil esse número reduzido de mulheres convencerem eles a fazer algo do que eles nos convencerem. Tem horas que nós mulheres nos sentimos grandes, bem grandes, isso nos fortalece mais ainda no curso. E o futebol? Ah, nós aprendemos a jogar, sem falar no CS que aprendemos também.

Outra coisa que é legal também é a mistura de “papo de homem” e “papo de mulher”. O “papo de mulher”, é mais a assuntos amorosos, domésticos e de beleza estética. Já o “papo de homem” é sobre futebol, quantas pegou nesse fim-de-semana... Mas na engenharia acaba que se compartilha de “papo de mulher” e de “papo de homem”, aí acabamos conversando temas como futebol, política, lazeres ou assuntos relacionados ao curso, e todo mundo fica feliz. É engraçado quando a gente vai lá nos meninos e pede alguma opinião sobre algo de mulher aí eles pegam e dizem: “não tem gay aqui não menina”. Tem vez que eles pegam e falam palavrões, ai isso é meio chato, mas a gente acaba se acostumando.

É engraçado quando se juntam pra ver coisas pornôs na internet, aí a gente é obrigada a sair! Eu acho que nós, mulheres estudantes de engenharia, temos que construir um filtro. Assim, às vezes filtrar mesmo. Filtrar algumas coisas machistas que você ouve, você não pode ficar se orientando, guiando-se, pensando no que seria ser mulher pelos fatos que você ouve de seus colegas. Eu acho, porque quando eu estou conversando com algumas colegas minhas , eu me sinto sim... realmente eu tenho minha vida, eu sou mulher, tenho a minha feminilidade, as minhas relações e tal. Ah, sabe de uma coisa, acho que vou atrás de um namorado na engenharia, assim ele pode me valorizar mais, e sofrer estudando junto comigo... OU NÃO!

Engenheira!

98 comentários:

LIA disse...

Oi, faço eng. civil ,4º semestre, e me encontrei nesse texto! tá super bacana o texto, o blog, tudo, amei!

Anônimo disse...

O duro é fazer engenharia e ainda ser loira! Acha q me chamam d barbie por aqui?? imaginaaaa
Mas, como dizem, a solução é abstrair hehehe
Prestei o mesmo vestbular que todos os meninos e passei em melhor colocação que muitos deles.

- gio menegatti. disse...

Bom, ainda faço o ensino médio, e depois de ler esse texto, com certeza reforcei ainda meu objetivo de fazer Engenharia.
A minha família infelizmente é aquele tipo machista. Quando eu disse que pretendo fazer Engenharia Mecânica, quase me mataram. Mas mesmo assim, meus pais me apoiam.
Adorei o texto e adoro o blog.
Beijos e sucesso à todos.

Sara disse...

Muito bom o texto, estou no 1° semestre ainda, mas fiz um ano e meio de arquitetura, achei mto "mocinha" hahahaha, sempre tive e gostei mais das minhas amizades masculinas, tanto que a pessoa que mais converso em minha sala é um homem! Gostaria que alguem falasse algo sobre, as pessoas que começam engenharia mas pararam, por dificuldades, sei lá. Tenho mto medo de não consegui, já é meu segundo curso. Beijos! Obrigada, está otimo!

marta disse...

Faço engenharia química e o numero de homens é praticamente o mesmo que o de mulheres.. A sala é meio 50% pra cada lado!

Lorena disse...

adorei! Estou no Ensino Médio e super decidida do que eu quero fazer... e tenho certeza, q é na engenharia que serei muito feliz, gostei muito mesmo da postagem e de ver essa posição feminina em relação a enhenharia... e como foi dito mulher na engenharia é sinonimo de força, determinação,sucesso!
parabéns a todos

Carol disse...

Embora não vá fazer Engenharia, adorei o texto!Mt bom!

;*

Anônimo disse...

Homem que faz nutrição é que é feliz...

luciana disse...

dialogo eu e meu namorado(físico):

lu:
- ai... pq eu n fiz biologicas????
ele:
- pq biologicas é coisa de mocinha

(eu levei pelo lado bom)

6° periodo de engenharia de minas

Renata Andrade disse...

É, que vida dificil..rs

Meninas, amei a postagem e gostaria de divulgar o meu blog para todas as mulheres que estão ou querem seguir carreiras relacionadas a engengharia e computação. Vamos nos unir, entre e participe, conte a sua história também!!

Bjos,



http://renatandrade10.blogspot.com/2009/03/claudia-medeiros-carencia-de-mulheres.html

cris disse...

texto MUITO bom ! parabéns (;

Anônimo disse...

nossa amei o texto , tenho um namorado que faz engenharia , estour cursando o 3° ensino médio e gosto muito da area de exatas , e me endentifiquei com engenharia,mais ele pense como todo homem machista que isso não é pra mim , que as empresas só contratam homens ,pq mulheres tem que fazer curso delicados e não cursos de homem .
Estava tão animada pra fazer, que recebendo este apoio dele , dificulta mais ainda escolher uma profissão

ASs: Gabriela

Renata disse...

Olá....sou do 8° semestre de engenharia de controle e automação e sou a unica menina na minha sala desde o começo...eramos em qse 80...hoje somos 12....e eu continuo sendo a unica...me dou bem c todos os meninos...amo eles de paixão...alguns professores pegam no meu pé...fazem diferença..tentam me fazer desistir...mais eu sou brasileira..nao desisto NUNCA! haha
Engenheira c mto orgulho...hj eu aprendi mto sobre os homens...e dificl alguem me enganar..hehe.
bjus

Renata

simone disse...

Termino o ensino medio esse ano e QUERO FAZER ENG. MECANICA ME IDENTIFIQUEI MT E É ISSO QUE QUERO PRO MEU FUTURO SER UMA GRANDE ENGENHEIRA MECANICA.
DESEJOS AS TDAS MENINAS QUE QUEREM SEGUIR ESSA PROFISSAÕ TD DE BOM Q VCS FIQUEM COM DEUS AH PRECONCEITO TDS TEM VAMOS VENCER VAMOS LUTAR

BJKS AMEI O TEXTO

SIMONE

Anônimo disse...

Estou em uma tradicional faculdade de Engenharia. Muitos daqueles caras ODEEEIAAAM mulheres. São uns cavalos, principalmente os burros, que não gostam das nossas notas melhores que as deles (rsrsrs). Tem gente aparentemente normal, no comportamento com as meninas, mas, no grupinho de "homens", eles mudam de cara. Eu terminei sem uma única DP, mas odiei o curso e cursei um na área DE HUMANAS SIMULTANEAMENTE para sobreviver à completa falta de uma formação decente para enfrentar a vida. A Engenharia é frustrante: curso especializado demais, bitolado e sem cultura geral. Os professores não sabem nada sobre condução da sala de aula, costumam ser Engenheiros que nunca atuaram e são desatualizados, arrogantes e acomodados num concurso público politiqueiro. Ninguém sabe nada de cultura geral e mal sabem se virar com a Engenharia. Enfim: ODEIO ENGENHARIA, MIL VEZES MAIS DO QUE OS ENGENHEIROS QUE ODEIAM MULHERES. Curso de nível infinito de frustração, violência sexista e comodismo.

Anônimo disse...

Oie...Estou no 3º do Ensino Médio e pretendo fazer engenharia quando me formar.Não sei ainda Enhgenharia de quê, mas pretendo de Controle e Automação, mas todos falam comigo levando para o lado machista, e com esse texto me fortaleci, e vou concerteza ser uma Engenheira.
Ameiii muito..!
Bjus

Bruninha

Larissa disse...

Oi,estou no 3°ano do ensino médio e tava com muitas dúvidas sobre esse riculo maxismo,sabe de como é a vida de uma estudante de engenharia e além de q eu tbm quero fazer engenharia mecânia foi o curso que eu mais me idetifiquei e acho q as mulheres tem sim que mostrar que são tão capazes como os homens !
E esse texto foi otimo pra mim,agora estou com certeza de q é engenharia e q vou conseguir superar todos esse preconceitos!
Boa a sorte a todos !

Beijos

alicinha_layce disse...

Oii.. adorei o texto, me deu uma segurança enorme sobre a engenharia...
eu acabei de me formar no ensino médio e amanha começam minhas aulas na faculdade, escolhi fazer engenharia mecanica e sempre fiquei muito preocupada com esse quesito dos homens....
muitos me chamaram de loca e disseram que eu nao tinha nada a ver com isso, mas é o que eu quero fazer...
minha familia e meu namorado me apoiaram desde quando decidi que era isso que eu queria fazer...
agora so me resta estudar muito e mostrar pra todos que eu posso!

beijoss

Morena disse...

Oii meninaas

Sou louca por carros e motos, quero fazer engenharia mecânica pra ficar perto destes que são o meu verdadeiro amor. Ainda estou em duvida um pouco por causa do preconceito que existe SIM, todos os meus amigos torcem a boca quando digo que vou fazer mecânica. Sei que não vai ser fácil, é uma longa caminhada, mas seguirei com força por mim e por todas as mulheres de verdade, que não têm medo de homens machistas muito menos do preconceito.

Amei esse texto, acho que temos que nos unir e dar força e apoio umas as outras.

Muitos Beijos
Moorena'

barbie disse...

não gostei desse texto...

não acho q os homens gostem das mulheres burras..
ao contrario.. ele não consegue ficar mais que meia hora com uma mulher "burra".

dificuldade de namorar, só por causa do curso que vc faz? eu faço eng eletrica poq gosto não prá provar que as mulheres são melhores ou piores que os homens..
e parece q vcs ficam fazendo isso o tempo todo.

parem q isso, nós mulheres.. aff
somos todos estudantes de eng, é dificil prá tudo mundo.. e em uma classe com mais homens, vcs queriam q eles falassem de novela?


achei um absurdo o comentario da barbie, " certamente influenciou muitas meninas".. vc viu oq vc escreveu? que as meninnas são burras e influenciaveis. q não pensamos, q oq a boneca fala a gente faz. Vc colocou nós mulheres como burras..

e matematica realmente é dificil... alguem nega q não é?rs

eu quero usar minha cabeça prá pensar, quero ser engenheira, mas tbm quero usar uma coroa..
antes de qualquer coisa eu sou mulher...
sei q um dia, quando for casada a responsabilidade dos meus filhos, da minha casa, da comida, da roupa é minha.. e é assim q ter quer ser..

o preconteito esta na cabeças de nós mulheres, não deles...

Anônimo disse...

Engenharia é uma chatice!

thamires disse...

Queria fazer Agronomia, mais meus pais nao deixaram..aff

Falaram que essa profissão não era pra menina, entao escolhi engenharia de produção, mas quando formar pretendo fazer agronomia ou me especializar em area parecida...

nao entendo esse preconceito...a gente tem q fazer o q gosta nao o q mandam..

Bjos
Thamires

Suelem disse...

Adorei,
Faço engenharia tambem e isso tudo que vc escreveu é a pura verdade. Eu namoro com uma pessoa q nao mora na minha cidade... entao da pra imaginar a dificuldade, rsrsrs.
É preciso saber filtrar muita coisa mesmo, pois afinal somos mulheres.
Mas enfim, a engenharia ta no sangue, nao consigo mais me ver sem ela.

Bjos e boa sorte e todas nós !!

Anônimo disse...

Meninas/Mulheres!

Lembrem-se: a união faz a força!

Eu estou formada há alguns anos como engenheira e o preconceito masculino é aberto e declarado, quando não é velado, no mercado de trabalho.
Não quero desestimular vcs nas suas engenharias, mas quero alertá-las das dificuldades após a formatura.
Afirmo que estudar e se formar não é difícil para nós. Porém, mesmo com um desempenho melhor que muitos homens, não temos as mesmas oportunidades de trabalho.
Somos, ainda, em pleno século XXI, excluídas das vagas de emprego, sequer nos chamam para as seleções, afim de verificar nossas habilidades...

Isso precisa acabar!
Não queremos ser iguais aos homens, mas queremos o nosso espaço. Afinal, conquistamos com dignidade o título de engenheiras. Por que não podemos conquistar vagas nas melhores empresas, com a mesma dignidade?!
Precisamos das mesmas oportunidades. Neste aspecto sim, queremos igualdade!

Lutem sempre!
Precisamos quebrar este paradigma de profissão masculina.

Bjos!

Paloma disse...

Olá meu nome é Paloma e queria falar sobre esse assunto ano passado fiz um curso no Senai de mecânica de manutenção de máquinas industriais no começo não sabia bem o que era mas depois me apaixonei era a única menina no começo muitos me olhavam torto mas foram se acostumando e mostrei q era capaz fiz muitas amizades .Tentei entrar em empresas para o estágio muitas me rejeitaram até q uma me aceitou no começo não me queriam mas resolveram me dar uma chance!Trabalho atualmente com desenhos e projetos mecânicos goataram tanto do meu serviço q vão me efetivar antes mesmo de acabar meu contrato!
Ano q vem começo Engenharia Mecânica e me dão a maior força a empresa q trabalho vai até me dar uma bolsa de 50%!
Enfim vale apena correr atrás do q se gosta!

Anônimo disse...

oi meu nome é Amanda tenho 16 anos e faço curso téc.em quimica,minha professora do curso vive falando para as meninas que mulher não serve para fazer engenharia química,e eu acho um absurdo pq tem varias menianas que ja estão desistindo de fazer eng .química...enfim eu pretendo e não vo desistir de fazer eng. química.. e seu post tá uma maravilha e está representando as mulheres...bjim

Anônimo disse...

Olá Engenheiraaaaaaaaa
Adorei o seu texto realmente me encontrei nele... Estou no 2 ano de civil... E além de estudar com muitos homens eu trabalho com 30 e só tem eu de mulher na engenharia lá! Eu tenho muito orgulho de minha profissão e seremos todas engenheiras Lindas [lindas em todos os sentidos..inteligentes, ótimas profissionais..(muito melhor do que muito engenheiro..e aprenderemos muito com eles também..)muito lindas]
Desejo boa sorte a todas...e que venham moças para engenharia...apesar que os meninos são muito legais também tirando algumas excessões....
Engenheiraaaaaaaaa

Anônimo disse...

Sou Mulher, e estou no 2º de Eng. elétrica...
Na minha sala deviam ter menos de 10 mulheres de 40, hoje deve ter umas 5...mas as q ficaram não desistem...
Os meninos? Adoram a gente...
è so saber conversar, brincar e ajudar...
(Quem não cola não sai da engenharia...)

Alguns querem ser muito mais q amigos...Mas áí...a gente releva mesmo...

Meninas que gostam de exatas, façam sim!!!
è muito gratificante cada vez q perguntam que curso vc faz?
- Engenharia! ( mas pode ser qualquer outro de exatas)
- nossa vc é corajosa, hein...

É muito mara...Dá um orgulho da gente!!!

Ah!!! Segredinho...

Se vc tiver a sorte de entrar numa sala de engenharia vai ver q os meninos são LINDOS!!!

E se vc tiver mais sorte ainda e cursar Engenharia vai ver q os meninos são lindos, amigos e te admiram muito!!!

Coragem Engenheiras!!!!

Karyn disse...

Oi Engenheiras!!
Sabe que ler o texto e os comentários é ótimo, me faz ter a certeza de que não estou sozinha nessa.
Eu sempre fui razoavelmente bem em matemática, física e química. Hoje me vejo numa enorme difículdade com o cálculo, na eng. elétrica. Mas já trabalho na área e amo muito esse mundinho, o que me ajuda a não desistir.
Quanto a turma, somos em quase 60 pessoas, 5 mulheres.
O preconceito acontece sim! Só não acontece quanto as meninas que são tipo para-quedas que aproximam os homens não pelo potencial perante o curso, mas por serem "dadas" e isso inclui os professores.
Geralmente, a mulher que decide expontaneamente fazer eng. é responsável, corajosa, confiante, dificilmente é "dada". E isso forma uma espécie de barreira contra todo esse preconceito porque nós já sabemos lidar com eles.
Acreditem, no trabalho é pior.
Você precisa ser firme para se destacar, procurar apoio de quem está com você na empresa pra lidar com as reuniões e decisões. É como ser policial feminina e ter que passar por testes psicológicos. Na eng. você não pode se deixar influenciar sobre uma "possível melhor solução do concorrente". Seja firme sempre com as decisões que você toma na empresa, a engenharia é sinônimo de responsabilidade, lealdade, agilidade, se você deve, é muito mais difícil continuar sem que você enlouqueça.

Eng. elétrica 4° período

Débora disse...

Bem eu quero fazer Engenharia Mecânica. Na minha sala (terceirão), as gurias ficam me falando: "Quero só ver tu no meio dos homens!".
Eu sempre choro rindo! Ha ha.

Eu gosto de futebol (Grêmiooooooooo), na sala todas as gurias gostam.
Trabalho em uma empresa, que dizem ser de homens.
Lógico a empresa é do meu pai e tals. Mas o que é Legal, é ver que os homens que aqui trabalham não tem nenhum preconceito, quanto a mim.

Ao contrário, eu sempre peço as sobre vários assuntos, sobre peças, etc, e eles nunca ficam "estressados"! : D

Meu pai sempre me leva para viagens, assim eu conheço várias peças, equipamentos, motores, etc.

Meu pai é a favor da minha escolha facultativa.
Minha mãe é super contra. Ela diz que não sou "capaz", por ser "assunto de homem". --'

Bem, eu já tenho um projeto bem bolado.
Espero cursar Eng. Mecânica, depois desenvolver essa área da mecânica, para a mecanização de Armazenagem, etc.

Sabe, eu não quero atuar especificamente só na área de carros, motos, aviões (Eng. Pesada), mas ligar essa área de movimento, para o lado da agricultura, investindo em equipamentos mais bem figurados para essa área.

Eu e meu pai já temos várias idéias! (:

O Brasil ainda carece armazenagem. Países como os EUA, tem um alto índice de armazenamento, tendo assim uma eficiência maior em termos de alimentos!

Enfim, quero, que quero fazer Mecânica. Adoro ver e entender, como o homem pode criar movimento, a partir dele mesmo, sem ser outro ser humano, e sim dar "vida" à uma máquina!!!!!

Alexandre disse...

Faço Engenharia Mecânica, 90% Do Curso é Homem e As Meninas São Quem Alegra a Turma. Acho Que Engenharia é Que Nen Sexo é Tabu.


Façam Oq Gostam.

Jamyle disse...

Me identifiquei muito com esse texto...mt bom mesmo...Mais entao começo a fazer o eng. Agora no inicio do ano e nao vejo a hora d começar a quebrar a cabeça e penar mt rsrs.O preconceito ''mulheres na Engenharia'' é complicado...Mts dizem q sou louca q isso nao é coisa pra mim que logo,logo desisto pq é mt dificil e tal...Eu sinceramente nem ligo para esses tipos de comentarios, nao absorvo coisas ruins pra mim. Eu nao entendo nada disso msm,mais estou sempre tirando duvidas com pessoas do ramo e estou extremamente apaixonanada pela Eng. Mecanica.Creio q nos todos temos grande capacidade de adaptacao entao! Nem me intimido...Mais é obvio que precisamos ter força de vontade,coragem sempre...

Anônimo disse...

e torna uma grande delegada mais acho que a minha abilidade é mesmo na área de mecânica amo criar e concertar ,gosto muito de desenhar modelos de carros .As minhas amigas falam que devo ir para área de saúde.pois tenho cara de doutora ,mas elas não sabem da minha grande paixão .daquir aulgun anos vcs vão ouvir falar de mim pq irei criar modelos de carros

Anônimo disse...

Me identifiquei muito com esse texto .Estou no ensino médio ,quero muito ampliar os meus conhecimentos na área de EN.MECÂNICA gosto de criar porém quero torna-se uma grande delegada mais acho que a minha abilidade é mesmo na área de mecânica amo criar e concertar ,gosto muito de desenhar modelos de carros .As minhas amigas falam que devo ir para área de saúde.pois tenho cara de doutora ,mas elas não sabem da minha grande paixão .daquir aulgun anos vcs vão ouvir falar de mim pq irei criar modelos de carros

Hellen Sansky disse...

kkkk Gostei ... gostei.... eu conheci uma menina que faz engenharia.. mas achaba ela meio homenzinhaaa e é sério ela é meia estranha e ainda faz engenharia (eu pensava)...
Mas de uns tempos pra ká fiquei interessada, sei lá acho que pra pagar a lingua talvez rsrsrs enfim, o texto esta muito bom!!!
TENHO CERTEZA DE QUE É O QUE EU QUERO PRA MIM!!!

Dryelle Martins disse...

Adorei o texto!
Sou publicitária e agora estou no 4º semestre de Engenharia Ambiental, namoro um engenheiro de Produção e detalhe eu não sei como namoramos kkk não ha tempo, mas a vida é assim mesmo!
Bjus e felicidades garotas!

Anônimo disse...

Oi...comecei esse semestre a cursar engenharia, tudo começou por causa do meu namorado...ele entrou na faculdade de engenharia no começo do ano e eu comecei a fazer cursinho, pois não sabia que curso eu fazia...então ele começou a me contar tudo o que tinha na faculdade e tals...e eu me enterecei...e ele começou a me insentivar a fazer engenharia tbm...entrei no segundo semestre e estou aqui...exatamente aqui digitando esse texto^^...amo de paixão minha faculdade e todos os meus amigos daqui...passo o dia inteiro aqui...das 7:00 as 19:00...saio as 5:40 de casa e chego as 20:30...estudo pra caramba...tiro notas +o-...mais eu amo td isso!!!...e principalmete que eu fico todos os dias com meu namorado!!!Se vc está pensando em cursar engenharia...faça...o que está esperando...e os meninos são legal...e adoram ver meninas na facul...^^...acho q uma faculdade so com meninos eles naum iam gostar neh?...
PS: AMEI O TEXTO ;)
beijos=***

Anônimo disse...

oi adorei seu texto faço eng,mecânica e minha vida e mais menos como cv descreveu no seutexto

karol disse...

Simplismente adorei o texto! Eu faço cursos ligados a área da mecânica desde meus 14 anos, atualmente estou cursando técnico em mecânica, para depois ir rumo a engenharia.Sempre enfrentei preconceitos por ser garota, todos dizem que não irei conseguir, mais é isso que me motiva, que me dá força.Conheço mais de mecânica que os homens que fazem curso comigo rsrsrs.... Adoro essa área e espero provar para todos a minha capacidade.

Anônimo disse...

Eu sou empresária; já contratei engenheiros(as) bons, mas também outros que faziam tudo para humilhar as pessoas da equipe que tinham outras formações. Humilhavam principalmente as mulheres. Não sei como é na escola de vocês, mas eu desconfiei que os professores dão mau exemplo durante a formação de vocês. Eu, sinceramente, não me adaptei a tê-los em uma equipe em uma área dinâmica e de impacto. Como alguém falou aí em cima, falta cultura geral e respeito às mulheres no curso. Muitas mulheres engenheiras que contratei estavam depressivas e doentes por causa do enfrentamento do machismo no curso. Demoraram muito tempo para se adaptarem à nossa equipe que tem como norma a não-discriminação e à valorização das exatas, biológicas e humanas no mesmo patamar. Sei lá, dá pena e cria barreiras para vocês no dia-a-dia da empresa. Dei uma palestra numa escola de Engenharia certa vez e acho que as pessoas que falaram do machismo no curso como algo grave têm razão. O ambiente onde dei a palestra não era nem de longe acolhedor nem dinâmico para ser humano nenhum.

Anônimo disse...

Ola meninas ,o que dizer sobre a engenheira no caso mecanica pois é no que sou formada e graças a Deus tenho o maior orgulho de minha profissão .Vou contar uma historia rapida quando comecei mei primeiro curso foi de mecanica em manutenção aeronautica a unica do grupo ,mais tive o maior apoio dos meninos enfim me tornei uma mecanica de aeronaves habilitada pela anac passei pelo mesmo processo que os meninos e coloquei muito a mao na graxa ,no começo foi difiçil mais depois meu orgulho so almentou ,quando dava alguma pane em alguma aeronave me chamavam e isso me deixava muito orgulhosa .

Ai resolvi fazer engenharia mecanica no começo eram 140 homens e 2 meninas pena que minha colega,nao conseguiu terminar ,mais eu sempre firme sem desanimar e graças a Deus ja sou formada a 3 anos engenheira mecanica com especializaçao em aeronautica e engenheira chefe de uma empresa muito conceituada no brasil ,nao vou dizer que foi façil nao foi muito difiçil ,difiçil mesmo ,mais aqui esta este pequeno relato de vitoria e o principal nao faça por meritos e sim por amor e paixão no seu curso .Fiquem com Deus meninas e muita fé ,pq o futuro ja esta nas maos das mulheres prova disso é que somos o primeiro pais a ter uma mulher como Presidente ,se orgulhem do que façam e amem sua profissão ..Beijoss e muita Fé e Perseverança.

paty disse...

ADOOREEII O TEXTO E' MUITO BOM MESMO!
Sabe meu sonho sempre foi fazer engenharia, desde bem pequenininha.Entao quero muito cursar Engenharia de Controle e Automacao, mas lhe confesso que tenho um pouquINHO de MEDO, e' e minha familia, amigos, conhecidos,etc. estranham a minha decisao.
Mas quer saber eu nao ligo nem um pouco, depois que li este texto ele me deu forcas para continuar lutando pelo meu sonho, porque nao importa genero e sim cabeca!
Muito obrigada pela forca!
Boa sorte!
Bjus!

Anônimo disse...

Bom, meu nome é Ricardo e curso egenharia MecÂnica . eu acho o máximo mulheres optarem por esse curso, e por isso namoro com uma que esta cursando. rsrs ela se sente perdida, amigas desanimando falando q só existem homens na classe etc.. mais eu sempre animo ela. e tenha certeza mulheres Homens adoram mulheres de opções exatas,independentes que buscam um ótimo futuro. Digo isso por experiência própria.. rsrs pela determinação que encontrei em uma mulher me apaixonei por ela .. eu e minha gata vamos ser um casal de engenheiros.. rs

Paty disse...

Eu quero mtto fazer Engenharia ! acho que nenhuma outra área me chama tamanha atenção..
mas não sei qe tipo de engenharia devo fazer.. =/
uma vez uma amiga minha que faz faculdade na unip disse que na sala de engenharia só havia homens, fiquei um pouco apreensiva . mas pensei, o bom é que posso namorar com um engenheiro ?!.. rsrs
eu adoro desenhar, adoro carros, estudo inglês. me ajudem que opção tomar.. rsrs
Beijos . adorei o seu texto

marta da silva disse...

olá meu nome é Marta faço engenharia de produção na estácio em bh,meus professores são totalmente o oposto do que ouvi nos comentários acima,são amigão mesmo dão o maior apoio,ensinam bem e os colegas de classe são maravilhosos,sentam com as meninas ensinam o que sabem perguntam o que não sabem,acho que vocês ainda não conheceram uma faculdade como essa que faço engenharia,estou amando,realmente é um curso muito puxado devido aos cálculos,quimica mas é tudo de bom,confie em Deus que dá tudo certo.

Anônimo disse...

Adorei o texto e acho que nós mulheres não devemos nos retrair pelo que falam não. Engenharia é coisa de homem? É, mas é de mulher tb. Se vc se identifica com a profissão e ama matemática, como eu, faça engenharia.Vai ter muita gente contra,mas fazer o que, o problema desses recalcados. Eu comecei fazendo engenharia de produção, mas vi que teria muita "gestão", mudei logo pra uma mais pratica e interessante.
Estou no 4° período de engenharia mecanica, e não é fácil confesso, mas adoro meu curso, eu e a outra menina que tem na turma sempre tiramos as melhores notas, e os meninos agora estão aceitando melhor a gente.É um curso fantástico e a recompensa vem depois.
Confie em Deus.

Abraços

Anônimo disse...

Adoreii o textoo..
Sou estudante de engenharia de produçao e meu namorado faz engenharia civil e ambiental .. garças a Deus nao vo ter essa dificuldade .. adoreii o texto e acho sim q mulheres tbm podem ser engenheiraass oo mundo ta ficando mais feminino e o mercado de trabalho tbm!!

Engenheiras sim ecom muito orgulho..

Nohemy disse...

Eu estou no segundo período de Engenharia Elétrica e sou a unica mulher da sala, virão mais homens ainda. Mas, é a área que eu gosto, todo mundo se respeita e é o que importa!

Anônimo disse...

Gente, estou no 3º ano do ens. médio e vou prestar vestibular pra Ciencias e tecnologia. Dura três anos e então fazemos uma prova na universidade para ingressar em algumas engenharias. Quando chegar aí, pretendo fazer Engenharia Mecânica. Não que eu goste de carros e tal, mas li que essa engenharia atua em diversas áreas, como construção, eletrodomésticos, automação etc. Ainda estou apreensiva, sei lá medo de tudo dar errado... Mas gosto de física, química e matemática, fazer o que?
Agora é ter coragem e seguir em frente, e como disse uma futura colega de profissão aí em cima, sou brasileira e não desisto nunca!!

Patão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Nóbrega disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Nóbrega disse...

Adorei esse texto! Realmente me identifiquei muito com os pensamentos que essa engenheira explanou! Ainda estou no PRIMEIRO PERÍODO DE ENGENHARIA MECÂNICA, e ainda estou me acostumando a sala com mais de 80% composta por homens. Mas estou adorando. E concordo com a ideia de namorar um engenheiro.. ou não né mesmo ? rsrs

Anônimo disse...

hahaha , eu adorei muitooooo ! Principalmente na frase que eles querem barbies , mas sem cérebro! eu ainda termino o ensino medio ano que vem,mas ja decidi o que vou fazer! todos da minha familia ficam assustados quando eu digo que vou fazer ENGENHARIA MECATRONICA, mas aos poucos vao se acostumando e percebem que nao é uma vontade , é um sonho! e lendo esse texto , so me ajudou a ter mais certeza do que quero ser ! engenheira . =)

Laninha'h disse...

Amei o Texto!!!
Sou Técnica em Eletrotécnica.. Furtura estudante de Eng. Elétrica.
Nossa como esse texto nos dá mais confiança na escolha.. Parabéns!

Mayi disse...

Curso o 2 º semestre de eng. Mecânica - sinto tudo oq esse texto descreve, ainda mais que sou novinha tenho 17 anos, no começo nós eramos apenas em duas meninas, agora sou a unica da turma, depois que damos o primeiro passo a caminhada fica mais facil, hehehe o importante é fazermos oq gostamos, pq logo passa, pelo menos pra mim piorou hahah, mas espero que passe. Nos acostumamos a viver nesse mundo aonde, esquecem que precisamos de jalecos femininos, blusas e jaquetas da turma, mesmo a gente pedindo, as jaquetas da turma foi pedido 1 jaqueta feminina e o fabricante achou que fosse um erro e fez tudo masculina -.-

Denise Gimenez disse...

Estou no 2° semestre de Engenharia Mecânica, em uma sala com cinquenta homens, e apenas eu de Mulher...
Ainda por cima, sou loira e sou a mais nova...
No início era horrivel, nao olhava para os lados de vergonha, nao conversava com ninguem...
ouvi cada uma... chavecos, piadinhas, palavrões...
Mas, eu fiquei pensando, é isso que eu escolhi, é isso o q eu quero...
tenho a certeza de que é aqui que vou encontrar o meu lugar ao sol.
Eu quero ser uma Engenheira!
Agora estou bem melhor, os meus amigos me chamam para fazer grupos de estudos com eles, e perguntam se tenho duvidas, sao carinhosos...
Mas, coloco-me no meu lugar também, tenho que saber exatamente o que falo e o que faço...
Mas, enfim, eu gosto do que faço, é isso o que eu quero...
E admiro as mulheres com este tipo de pensamento, afinal, nós, Mulheres, Somos Capazes..
Adorei o Texto...
Very Good

Anônimo disse...

Olá, eu sou uma estudante de Engenharia Civil,
e pelo menos aqui na minha turma, que é quase que 40% feminina..não tem preconceito algum, pelo contrário, somos muito respeitadas e tratadas com igualdade!

Lillian Garcia disse...

Eu estava um pouco preocupada pois varias pessoas vinham e me falavam que não ser bom seguir esse carreira isso me deixava um pouco triste,mas depois que olhei esse texto nota 10 criei mais força de vontade e estou muito mais animada, excelente texto.

Anônimo disse...

Oi gente, amei essa pagina e os relatos, não sabia o que fazer, que tipo de curso fazer depois fui vendo que amo apertar parafusos e dar ideias na linha de produção pois trabalho em operar maquinas em firma de produção...
Parabéns garotas, isso sim é coragem e atitude, que muitas não vão atrás de seus sonhos por causa do que os outros vão falar....besteira...
Se Deus permitir irei fazer engenharia mecanica. beijos

Anônimo disse...

Eu concirdo com a empresária que falou que nao contrata mais engenheiros na equipe. tbem sou empresario e penso o mesmo. eles saem mal formados e arrogantes e, se é mulher, ela chegam agressivas por causa do que passaram na faculdade

kivia disse...

Eu amo engenharia de minas. Sou estudante e pretendo me formar nisso, nao me importo se vou ta solteira,! o melhor e o nosso futuro!

Anônimo disse...

Infelizmente a sociedade é muito machista ainda. Estou no segundo ano..


Luana Vieira - lvc_carvalho@hotmail.com

Anônimo disse...

Estudo Engenhari da Computação e acho um curso incrivel, apesar de um pouco dificil hehehe Tenho apenas 4 colegas mulheres e um unico fato ruim nisso, é o assédio que uma mulher sofre na engenharia, de cantadas indiscretas ate perseguição de malucos!

Ana Eliza disse...

Parabéns pelo texto. Me inspirou ainda mais a me tornar estudante de Engenharia. Parabéns mesmo!

Anônimo disse...

Adorei o texto estava em duvida entre fazer mecatrônica e farmacia, duas areas q me interessam muito, assitir uma aula de mecatronica e fiquei apaixonada pela materia, mas tinha medo de sofrer preconceito na area de trabalho, mas agora ganhei mais coragem, pq eu ia desistir e fazer farmacia msm.

Anônimo disse...

Eu não concordo plenamente com o texto. Dentro das faculdades de Engenharia existem até movimentos organizados contra as meninas nos cursos etc.. Fora que os cursos são mal-feitos e vários profissionais de Engenharia se demonstraram antissociais com pessoas de outras áreas nas empresas... sei lá, viu, muitos não cooperam e não se comunicam com fluência, nem escrevem bem.. achei meio, tem muito que evoluir ainda isso... os grupos de Engenharia na consultoria que eu dou costumam ser os mais fracos no desempenho geral. claro que tem profissionais bons, mas aí é aquele cara que não é viciado só nas coisas que o curso ensina, porque restringe muito. Eu me formei em Engenharia Elétrica, mas não acho que essa maravilha não. Essa coisa que muitos falaram também, que pegam no pé, mas vou provar que sou boa. Mulher é um ser humano como outro qualquer, não tem essa de se submeter a provar que é boa, só porque é mulher. Na minha escola teve até mulher estuprada, agredida, xingada. 4 colegas minhas largaram o curso de civil por causa de assédio sexual de professor. Eu terminei, mas como algumas pessoas que escreveram aqui, fiz outro curso junto para me realizar como ser humano e como profissional e não apenas como profissional.

Anônimo disse...

Olá acho engenharia muito legal, na verdade eu queria fazer geologia do petróleo, mais minha mãe conversando com migo falou, que gostaria que eu fizesse engenharia, então achei melhor seguir os seus conselhos, e satisfazer os desejos dela que me ajuda tanto! Vou cursar engenharia química queria que vocês pudessem dar opiniões se é legal!

Zumbie Curse disse...

Poxa, nem fale isso, eu faço engenharia, tenho alguns amigos na sala, mas nem penso em nada a mais que isso, amo meu namorado, e ele me apoia muito. Mas é bom saber que existem muitas mulheres na engenharia por ai.

Thais Cristina disse...

Adoorei o texto ainda estou no ensino medio mais pensei mto em fazer engenharia eletria,danço hip hop tbm uma das coisas q adoro fazer pois ja passo por mto preconceito começando com os meu pais pelo modo de vestir mais sou mulher sim. com esse texto seu e o que disse me deu mais forças ainda para continuar e chegar ate ai.

eng. mecânica disse...

bom meninas, faço engenharia mecânica, estou no 3º período e não acho que seja tão dificil assim encontrar um namorado ou se enturmar numa turma de mecânica. acho que vai da pessoa, dos costumes que ela tem. meu namorado é de engenharia da computação, não assiste nenhuma aula comigo e ele não implica com a quantidade de amigos homens que eu tenho na faculdade. os meninos são uns amores, se tiverem que falar algum palavrão ou qualquer coisa do tipo, falam e pedem desculpas e depois me chamam de 'viadinho', tudo é motivo pra brincadeira ... acho que engenharia é acolhedor quando você sabe se acolher e eu amo o que eu faço, larguei as biológicas pelas exatas e estou muito feliz com isso .. espero que vocês se encontrem e sejam felizes (:

G. Ítalo M. T. disse...

Bem... no meu curso de Eng. Elétrica, nós homens, não temos preconceito algum com as meninas do cursos. Amamos todas elas. Se elas disserem o contrário, estão mentindo. rsrrs :D

Anônimo disse...

Fantástico os relatos, que acabei de Ler! Estou tão feliz em ver, que muitas mulheres... Lutaram e lutaram e seguiram seu coração!
E eu tenho a total... Certeza do que eu quero para mim!

Anônimo disse...

Olá a todas,
Queria dizer que cheguei a me emocionar e se indentificar com o texto que acabei de ler.
Em Fevereiro começarei a fazer Engenharia Elétrica, confeço que estou anciosa principalmente porque parece que a cada dia estou mais perto de entrar na sala de aula e perceber que talvez só terá eu de menina, e infelizmente este é o meu maior medo, até porque passei a minha vida inteira me escondendo de meninos. Acho que eles que não me olhavam pois sempre fui a nerd da sala, a menina que era vista como puxa saco do professor só porque eles me perguntavam sobre a matéria e tal, tirar notas azuis e tal, fez com que eu me afastasse desse meio, daquele meio onde as meninas se conhecem e os meninos também e ai vocês sabem namorico pra lá, namorico para cá....
É...isso nunca foi de se acontecer comigo!!
As vezes fico pensando se isso talvez fez muito, muito bem para mim, pois hoje tenho 17 anos e já trabalho numa multinacional à mais ou menos 7 mêses como Técnica de Segurança do Trabalho, curso que meu pai me influênciou a fazer quando eu estava com 15 anos, e já começou dai.. pois na minha sala de aula havia mais homens e mulheres mais velhos..bem mais velhos que eu,na faixa etária dos 30 aos 40 anos, pessoas que procuravam crescer no ambiente de trabalho.
E assim, hoje na empresa muitos ficam de piada e tal, porque sou jovem e já dou ordens à pessoas mais velhas que eu, mais nunca usei isso para pisar nas pessoas ou coisa e tal, meu pai sempre me ensinou a ser humilde e uso isso sempre, gosto de falar desde a faxineira ao coordenador da empresa, pois eles que mostram onde a empresa deve melhorar a empresa como um todo...
Mais é..voltando ao assunto Engenharia eu adoro física e por isso eu vou entrar nesse meio, acredito que será dificil mais nada é conseguido com facilidade, nada é facil...
Mais o meu maior medo, é acabar como a minha tia...viver só para o trabalho, pois o que dizem é que quando a mulher entra pra engenharia ela não se tem tempo pra nada...

Meninas, desculpem se eu falei demais só queria dizer que é possivel, pois eu nunca imaginei que com 17 anos eu estaria como estou hoje...e agr darei mais um passo na minha vida!


Bjssssss.

Larissa Bompan disse...

Me vi nesse texto kkk No começo era muito acanhada, nunca tinha visto tanto homem em um lugar só!! O mais legal é que conforme o tempo foi se criando "laços" eles me convidam para ir nos churrascos, me pedem dicas de como agradar a amada deles e hoje meu melhor amigo é homem e me entende melhor que muita mulher kkkkk
Mas infelizmente ainda há muito preconceito por parte das pessoas "de fora" um exemplo é meu amigo, tem pessoas que nós olham e vêem malicia em tudo e é um saco! Mas não importa afinal ninguém paga as minhas contas e nem meus sapatos kkkk

Anônimo disse...

Estou no 2 ano do ensino medio e estou pensando em fazer engenharia mecanica, gostei muito do seu texto.

aprendendo sempre disse...

ola garotas:
eu ja tenho 46 anos e sonho com engenharia civil, sei que tenho dois problemas um é ser mulher outro a idade, mas será que serei descriminada ou excluida pelos outros alunos na faculdade? minha familia admiram mas nao acreditam que terei coragem para fazer a faculdade, tenho medo mas muita vontade.
quanto a arrumar namorado não creio que o problema seja ser engenheira e estar perto de outros homens mas sim na maioria a inferioridade que o maxismo adere beijao

Renata S'Erejo disse...

Adorei o texto, estou no terceiro semestre de jornalismo pensando em mudar para engenharia civil só não mudei ainda porque tenho um pouco de medo das contas absurdas, não que eu não saiba mas tenho medo. Tem muita conta mesmo, é esse bicho de 7 cabeças que eu imagino ?

Anônimo disse...

Eu estou no 3ª ano, mas ainda tenho um ano pela frente, pois faço curso técnico integrado ao ensino médio, meu curso é técnico em informatica, e estou em duvida se faço faculdade de ciências da computação, ou engenharia mecânica, e pra falar a vdd, se for olhar pelo lado do preconceito ou machismo me darei mal pelos dois cursos, porém não me preocupo com isso durante a faculdade, ou dificuldade pra arrumar namorado, me preocupo com esse machismo no mercado de trabalho. E acho todo esse preconceito um absurdo, já q as mulheres tem q passar pelas mesmas aprovações que os homens pra conseguir se formar, ou seja, elas têm as mesmas capacidades masculinas.

Anônimo disse...

Olaaá! Eu ainda estou no colegial e realmente pretendo fazer engenharia civil! Gosto muito da área de exatas. Mas eu ainda tenho um pouco de receio em fazer um curso onde, na sala, há a maioria de alunos homens. E lendo o seu texto, eu pude perceber que o vale é a nossa intenção em fazer o curso, porque somos todos IGUAIS! E não devem existir essas desigualdades! Enfim, vou estudar o máximo possível para conseguir passar no vestibular e ser uma ótima ENGENHEIRA!! Bjsss

Anônimo disse...

Amei o texto, pra falar a verdade me indentifique muito, pois estou no 1º Semestre de Eng. Elétrica, no primeiro dia de aula, caiu perto do feriado então nem foram todos os alunos matriculados, e logo de cara achei que era à única mulher até que depois de 15 minutos aparaceu uma outra menina, nesse total eramos apenas 2 garotas no meio de 66 homens! O pior é que eles não paravam de encaram, não sei se foi pelo fato de eu ser mulher ou se me achavam bonita kkkkkkkk O bom é que de verdade? Meu é muito legal kkkk eles são meus companheiros, e me ajudam em tudo...jogamos truco, e as vezes Uno, no começo tinha muita verginha até de falar com eles, mais agr parece que são meninas pra mim, e eu um menino pra eles kkkkkkkkkkkk é demais!!

gleicy disse...

Gostei muito do texto quero fazer engenharia civil mas ja tranquei um curso de ciencias da conputaçao pq nao me dei muito bem com a programacao entao tenho um pouco de medo... mas acho essa area bem interessante acho q vou tentar....

Anônimo disse...

Boa noite galera!!!!! Acreditem eu odiava engenharia ate começar a trabalhar dentro do canteiro de obras. Posso dizer que a sensação de ver um edificio no papel e depois pronto acabado e com os moradores é de mais vc se sente orgulhosa de ter participado de uma coisa tão complexa e ao mesmo tempo simples. Vale a pena todos os anos na faculdades,todas as provas de arrepiar,as noites mal durmidas...hoje não me arrependo do que fiz!!!! E tenho muito a agradecer a minha familia e meu namorado que muito me apoiaram!!!! Bjus té

Anônimo disse...

Acho que essa história de que mulheres que estudam engenharia tem dificuldades para arrumar namorado é super relativo. Faço eng. Civil, namoro e meu namorado é meu maior incentivador. Sempre super orgulhoso das minhas conquistas, aceita o fato de eu ter que andar só com homem e é solidário às minhas dificuldades que acabam surgindo. Então acho que isso depende muito da pessoa que está ao seu lado, é só saber escolher uma pessoa bacana que dá tudo certo.

Brenda Lins disse...

Oi, meu nome é Brenda. Terminei meus estudos esse ano e a minha vontade e fazer engenharia mecânica, mais tem um probleminha gosto de matemática, física e química, mais tenho uma dificuldade em entender o que as questões estão me pedindo. Meu professor me perguntou o que eu queria fazer quando terminasse, disse para ele que eu estava em duvida entre desenho industrial e engenharia mecânica. Mais ele me disse que era bom eu procurar uma outra profissão por que eu não era boa nas exatas, fiquei chateada no começo ate tentei procurar uma outra coisa mais sempre me identifiquei com carros, motores me enchem os olhos ate quando ouço o barulho do motor me dar um friozinho na barriga uma vontade de mexer ver como que é, fico louca so em pensar que um dia eu poderia estar trabalhando numa F1 sei lá loucuras. Meu objetivo seria me identificar com os que eu tenho dificuldade e ser a melhor entre milhões de homens. Tenho um medo de que quando eu estiver na faculdade vir o professor e dizer a mesma coisa " você não e boa, procure outra coisa". Acredito eu que eu possa ser boa na profissão de engenheira. Alguém pode me dar uma opinião sobre o assunto?

Fabíola Fernandes disse...

Vou começar a faculdade de Engenharia Civil na próxima semana, e confesso que estou um pouco assustada, mas depois que li seu texto, me sinto mais animada a fazer o curso. Muito obrigada, estava precisando ler
essas palavras. Beijos.

Fernanda Ottoni disse...

Faço Engenahria Eletrônica e de Telecomunicações só tem eu de mulher na minha turma.Adorei o texto!!

Laiza Lipi disse...

Estou terminando o 3º ano e estou querendo cursar engenharia mecânica. É uma das engenharias que possui menos meninas meeeeesmo!
Vou na fé, e esse texto me deu mais motivação ainda :D

Anônimo disse...

Faça eng de controle e automação, nos homens de curso lindo, precisamos de mais mulheres
PS:de 100, só 4 são mulheres

Unknown disse...

Concordo em GÊNERO, NÚMERO e GRAU com você! Espero que se dê muito bem na humanas, pois tem talento para isso! Fiz 2 anos de engenharia e para mim foi o bastante! Achei um curso chatíssimo, sem uma base humanística, extremamente bitolado e técnico! A única coisa que aprendi ali, foi cálculo atrás de cálculo (como se eu já não tivesse feito kumon antes). Chegava em casa todo dia triste e desanimada porque não aprendia nada de interessante que pudesse agregar valor a minha vida e dia a dia. Os professores eram um mais arrogante que o outro, faziam questão de obscurecer e nos tratar como idiotas! Eles queriam morrer com os modos mais práticos de desenvolvimento de um exercício do que passá-los para nós! Nos que nos lascasse-mos para ir atrás de melhores fontes de ensinamento! Os meninos eram outros, cheguei a notar uma inveja por parte de alguns perante ao meu desenvolvimento... Cheguei a ver um que ficou feliz qdo eu disse que trancaria o curso! As malditas panelinhas existiam e muito! Dava para sentir de longe o cheiro de machismo que alguns tinham qdo me viam, fora a subestimação da mibha capacidade...

Hoje, estudo Direito e posso dizer que estou plenamente realizada!

Anônimo disse...

Simplesmnete ameeeei o texto, que vontade de imprimir ele e colar na cabiceira da minha cama hahaha !
Muuuito otimoo, parabéns..
Estou 1º período Engenharia Civil

Anônimo disse...

São loucos... Sou engenheira apaixonada e vcs são frustados pq engenharia é para os fortes. São tão frustados que estão lendo um blog de engenharia.

Anônimo disse...

Eu estou no 9° ano do fundamental, mas já estou pensando em fazer engenharia.
meus pais e irmãos insistem para que faça medicina só que não tem jeito, vou fazer engenharia.

Anônimo disse...

Oi 3° período de civil e me identifiquei muito com o texto. Tinha um namoro de 2 anos e meio, parecia até coisa de novela tudo perfeito. Até eu me formar em RH e decidir fazer engenharia. Simplesmente tudo mudou! O primeiro semestre de engenharia foi muito difícil. Pq trabalhar, estudar e ter um namoro problemático é difícil! Brigávamos muito e o q era pra ser meu apoio virou quase meu inimigo. Era briga atrás de briga, ele dizia q engenharia é coisa de homem e q todos os homens da faculdade dava em cima. Conclusão: Ele pediu pra eu escolher entre o curso ou ele! Já estou no 3° período e não me arrependo da escolha. Fiz novas amizades e hoje estou conhecendo um uma pessoa que não é da faculdade e me apóia totalmente e ainda me ajuda estudar.

Futura Engenheira Civil feliz!

Anônimo disse...

Nossa, amei o texto!!! Faz muitos anos que quero fazer engenharia mecanica, mas tinha um pouco de medo. Todo mundo me diz que é coisa de homem e que não vou gostar, as vezes, fico confusa e penso que realmente não sou pra isso. Mas depois de ler esse texto, digamos, me senti em casa. Obrigado, isso, foi um super up para minha escolha.

Anônimo disse...

Amei muito , quando escolhi o que iria fazer fiquei meio intrigada por pensar que poderia ser a única mulher da sala , mais hoje após ler esse texto fico bem mais tranquila , e só de pensar que faltam apenas alguns dias para entrar em uma sala de aula e me deparar com um monte de barbudo me deixa insegura , mais com ctz com a ctz de que tudo dará certo , afinal mulher também pode , e pode com ctz . Futura profissional na área de AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL !

Laryssa Costa disse...

adorei o depoimento. Estou no ensino médio e estou certa de que irei fazer engenharia mecanica. Vejo que atualmente sao poucos os numeros de mulheres nessa area, tambem vejo muito machismo!! Me identifico com area de exatas, nao somente, como tambem humanas, e em minhas pesquisas vejo que há uma grande demanda de profissoes para um engenheiro mecanico. espero conseguir enfrentar nao só a dificuldade do curso como tambem esse preconceito implicado pela sociedade...

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Amanda tenho 18 anos ainda curso o 3°ano no ensino médio e pretendo fazer Engenharia civil.
Bom eu gostei muito do seu texto e também de alguns comentários, eles só me incentivam cada vez mais a fazer esse curso, pois sempre gostei muito de exatas. Sempre que falo a alguém que quero esta profissão, a maioria estranha pelo fato de acharem que é só para homens, mais isso não me importa. Minha família me apoia sim, aliás já tenho dois primos e uma prima cursando engenharia também, então eles não estranharam a minha decisão. E em relação a namoro, eu discordo e acho que os homens admiram mulheres que gostam de exatas e gostam de desafios, tenho namorado ele já faz Eng. civil também, ele me apoia muito, gosta da ideia de se casar com uma mulher que seja da mesma profissão e que possam estudar juntos, esse apoio me ajuda bastante a não perder a coragem e não desistir nunca dos meus objetivos.
Beijos e muito boa sorte para nós todas!

Camilinha disse...

Olá meninas, ler esse post me deixou ainda mais empolgada, já estou no finalzinho do curso de Engenharia Civil e eu realmente amo meu curso, amo mesmo, mas quando eu penso em Engenharia Mecânica, me da um friozinho na barriga, como amor a primeira vista rsrs, desde o ensino médio que não bato bem da cabeça, queria fazer engenharia física, a escolha por civil veio por amar desenho e física, trabalhar com estruturas estáticas é muito foda, mas trabalhar com estruturas móveis deve ser coisa de outro planeta e eu estou doidinha pra ir pra marte rsrs... beijo e boa sorte a todas... nós somos foda!