terça-feira, 19 de agosto de 2008

juros

Falta de sono também é foda. 5 horas da manhã e aqui estou eu. létisgô

Recebi um comentário no qual o autor dizia gostar do blog, exceto quando eu diminuo a importância de outros cursos para exaltar a engenharia.

Eu gostaria de receber mais e-mails/comentários desse tipo, em que os leitores dizem o que gostam e o que não gostam de ver no blog. Ajuda a melhorar. Toda crítica construtiva é bem vinda. (Estou falando sério, cliquem aqui e enviem seus comentários)
Ahh, também gostaria de receber das meninas e-mails com suas opiniões, o que acham do fato de estar num curso tipicamente masculino (entendam: que tem mais marmanjo que outra coisa).

Para ser sincero eu já pensei nisso. "Todo curso tem sua importância, senão não existiria", foi o que pensei. Mas temos de concordar que nem sempre é assim. Existem aqueles que foram criados apenas para gerar dinheiro para as universidades. Meu objetivo neste post não é falar sobre a sociedade capitalista em que vivemos, mas sim da engenharia e suas dificuldades e, para isso, às vezes é necessário fazer comparações. Vamos ao post de fato.

Bom, eu conheco gente que estuda em diversas faculdades. Na ultima terça eu estava numa faculdade aqui esperando umas pessoas. Então duas meninas (bonitas, por sinal) sentaram no mesmo banco que eu e começaram a falar da faculdade e sei lá o quê. Então uma delas disse que o professor iria ensinar na semana seguinte JUROS e que isso era muito difícil.

E eu me pergunto: o que é que tem de complicado em juros? Isso é uma coisa que a gente vê na 6ª série!

Não sei nem o curso que ela faz, mas o que é que tem de complicado nisso? É inevitável fazer uma comparação com engenharia. Nós cursamos 4 cálculos, com derivadas, integrais, séries e sei lá mais o quê, passamos nos 4 e concluimos nosso curso que não é nem um pouco simples.

Acredito que é por isso que nós, engenheiros, "dominamos" o mercado. Nós podemos assumir o lugar de contadores, administradores, professores e uma infinidade de coisas. Eu sei que não vale nem um pouco à pena passar 5 anos cursando faculdade de engenharia (sofrendo muito!) pra no final não atuar na área, mas acredito que cursando engenharia a pessoa sai com uma formação muito mais completa do que em qualquer outra área de exatas (e outras de humanas também, por que não).

No nosso curso temos noções de direito, administração, economia, meio ambiente, etc (pelo menos na universidade em que estudo sim, a partir do 7° ou 8° semestre para todas as engenharias). Será que os outros cursos têm noção de engenharia? Não preciso nem responder.


Abraços


"É a engenharia que transforma o mundo" - Isaac Asimov

10 comentários:

Aziza disse...

Olá Engenheiro!

Adoro seu blog, passo por aqui frequentemente e ainda não tinha escrito nenhum comentário.
Como você pediu uma opinião feminina, aqui estou eu.
Como tds sabem, os homens dominam a área de engenharia, na minha sala começou com uns 45 alunos em média, dava pra contar nos dedos a quantidade de meninas. Agora que já se passaram quase 2 anos, só tem eu e mais uma menina na sala (as sobreviventes..rs), devido as desistências, o acúmulo de DP e tudo mais.
No mercado de trabalho, mesmo com os direitos entre mulheres e homens QUASE igualados, também sinto uma certa resistência do sexo feminino. Mts estágios estipulam o sexo, que é um erro, pois, todos nós temos a mesma capacidade (quer vocês homens acreditem ou não), é sabido que o sexo masculino tem maior facilidade de visão espacial, porém nada nos impede de estudar e também compreender.
Bom, vou ficando por aqui...e PARABÉNS pelo seu blog!

Anônimo disse...

Eu acho um equívoco você achar que as engenharias ganham no quesito formação pra outras ciências exatas. Muita parte da matemática que é deixada de lado na engenharia é efetivamente ensinada em bacharelados de física, química e matemática (vai pagar física-matemática III pra você ver).Como agravante, as engenharias tendem a "algoritmizar" o conhecimento, criando fórmulas prontas para serem aplicadas às situações ao contrário das ciências puras, mais preocupadas com demonstrações e provas das expressões, além das engenharias não terem tanto foco em pesquisa, que é onde fica a fronteira do conhecimento nas ciências exatas.

Anônimo disse...

Realmente acho que a engenharia domina o mercado, porem concrodo com o comentario acima, de q a engenharia use mtas "receitas de bolo",mas na pratoca tudo funciona como receitas de bolo...
bacharelado em fisica ow matematica creio que seja mais dificil por um aspecto, porem mais facil em outros..
o engenheiro tem uma capacidade mto grande de desenvolver, enquanto o pessoal da fisica e matematica apenas provam (mais matematica)...
porem qm fais fisica ow matematica geralmente ow eh pra c professor ow vai pro meio academico..
por isso creio q a engenharia domina o metrcado, agora qtu a dificuldade..
creio q estes 3 cursos sao os mais dificeis em questao de graduacaum...
como nosso nivel esta acima do pessoal em geral, colokamos em xeque algumas capacidades d outros graduandos...
sei lah...
provavelmente ninguem vai le msm...
masi c o "engenheiro!" ler este post..
vai uma ideia d post..
a comparacaum d engenharia com outras graduacoes e etc...

Hugo disse...

Com certeza a engenharia eh um dos cursos mais difíceis de ser cursado... Mas mtos cursos e profissões são realmente importantes e fundamentais e um engenheiro pode até ter uma boa noção e quebrar um galho em outra área, mas não irá substitui-la. E evidente que todas tem responsabilidades, e como disse no comentário do post anterior as (responsabilidades) dos engenheiros são vitais para humanidade...

Pegando aleatoriamente profissões vemos que todas são necessárias

Farmácia => Produz, manipula e inventa novos remédios.
Médicos => Diagnósticam, receitam e fazem cirurgias para corrigir o que está errado.
Advogados => Protegem/atacam quem errou ou está errado.
Comunicação => dá uma imagem melhor as empresas e nos noticiam fatos.
Economistas => Aplicam o dinheiro gerado.

E por aí vai...
Acredito que os engenheiros precisam deles, assim como eles precisam engenheiros para viver.

Eu nao questiono a dificuldade dos cursos. Mas que grande parte deles são importantes sim.

ahh.. Eu horrorizo, sim, por exemplo cursos como (me desculpe qm estuda isso) "Tecnólogo em Irrigação de Café", acredito que um bom agrônomo, já seria o suficiente para atuar aqui.

É isso daí, eu gosto desses debates... Ate mais

Dalvania Muniz disse...

É foda mesmo passar 5 anos numa faculdade tendo que aprender coisas mirabolantes...
E o pior é qdo ninguem leva seu curso a serio...
Tipo... sempre que me perguntam o q eu estudo eu falo "Engenharia". Aí a pessoa abre um sorriso e fala "Nossa, que legal, engenharia de quê?" Qdo eu digo "Civil" todos fazem uma cara de espanto tipo isso-é-contagioso-é-melhor-eu-cair-fora e dizem "Ah, legal, boa sorte". ¬¬
Afinal, o q há de errado com a civil?

Anônimo disse...

Dalvania,
O que há de errado com a civil????

Fala q vc faiz Computação pra vc ve a cara do povo. Fora que, geralmente, vem seguido de um: "e isso faiz o q? computador?" ¬¬'

Aew vai vc conta a historia da Engenharia de Sistemas q viro Engenharia da Computação...

Depois de horas tentando explica na maior empolgação, o kra olha pra vc e fla assim: "humm... legalzinho"

Rianne Weser disse...

Além de tudo o que tu falaste, ora, é muito fácil gostar de História, Geografia, é só ler, e é mais fácil ainda querer ser advogado ou qualquer profissão da área de humanas.
Mas gostar de exatas é outra coisa: normalmente o aluno, na escola, que gosta de exatas pode muito bem ler e interpretar uma prova de geografia quse ou no mesmo nível de um aluno que gosta mais de humanas. Mas pro aluno de humanas, uma prova de exatas vai ser sempre um pé no saco.
E como o tipo dos alunos de exata são meio raros nas salas de aula (dois ou três por turma), é lógico que esse tipo se sobresái na faculdade, e depois, no mercado de trabalho :)

Lorena disse...

Adoro esse blog!
e achei muito legal, ver as engenheiras, falando q tbm são capazes!
e saiba meninas...
q vcs hoje é uma grande inspiração
para aquelas como eu q está no enisno médio e sonha com a engenharia
:) valeu meninas...

Beatriz disse...

Apoio tudo o que a Lorena disse acima.
As engenheiras são a nossa grande inspiração, mesmo quando ,no meu caso, os amigos engenheiros de meu pai tentam me desmotivar em relação a ser uma futura engenheira...
Tenho certeza que também somos capazes, ainda que o mercado esteja inundado de homens, que em cargos de chefia dão preferencia a homens.


ps.Adoro o blog, sempre dou uma passadinha! ;D

renata izandra disse...

"o que acham do fato de estar num curso tipicamente masculino (entendam: que tem mais marmanjo que outra coisa)."
uhauhauhuha, ri MUITO quando li isso...
realmente, eu estudo em escola técnica e só conheço homem XD
dos 27 alunos, só tem 5 mulheres :b

todas as Engenharias são boas e necessárias... a única q eu, até hoje, acho inútil, é a de Eng de Pesca :S

weeeee, engenharia mecatrônica que me aguarde ;D